ONLIFE MANAGEMENT

Consumidores latinoamericanos estão aceitando conselhos e adotando ferramentas para ajudar a gerenciar seus perfis virtuais.

 

Viver conectado traz um milhão de problemas.

Okay, o mundo online também possibilitou que milhões de latinoamericanos passassem a viver melhor ;)

A vida num ambiente que é um misto de online e offline (digital e físico) traz desafios particulares. Sim, é um fenômeno global. Mas ele está tomando seu próprio caminho na América Latina.

Agora, latinoamericanos conectados esperam soluções inovadoras e eficazes que os ajudem a gerenciar, controlar, filtrar e formar sua relação com a conectividade.

 

 

 

Três direções para ONLIFE MANAGEMENT em 2014 e para o futuro.

1. EQUILÍBRIO NA CONEXÃO

Os consumidores não querem se desconectar de seus superpoderes tecnológicos. Eles só querem equilíbrio.

2. SEGURANÇA VIRTUAL

Da privacidade de dados ao risco de sequestro, segurança é um conceito-chave.

3. NETIQUETA 2.0

A região está dando respostas mais evoluídas ao problema da falta de maneiras online.

ONLIFE MANAGEMENT

1. EQUILÍBRIO NA CONEXÃO

É hora de administrar a vida online.

As conexões de wifi estão em (quase) todos os lugares, acompanhadas de uma banda larga cada vez mais rápida – mas são as conexões móveis que dão gás à HIPERCONECTIVIDADE 24 horas da região.

Em 2013, a América Latina viu um aumento nas vendas de smartphones maior do que em qualquer outra região. As vendas cresceram 96% no último trimestre de 2013.
(Gartner, fevereiro de 2014)

Não é de se admirar que mais consumidores latinoamericanos estejam adotando ferramentas e serviços que ajudam a administrar seu tempo conectados sem deixar de lado as outras demandas do dia a dia.

 
1. EQUILÍBRIO NA CONEXÃO: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

Polar: Anulador De Celular

Marca brasileira de cerveja usa cooler para bloquear sinais de celular

Lançado pela marca brasileira de cerveja Polar, o Anulador de Celular é um cooler desenhado para bloquear sinais de celular, incluindo 3G, 4G e conexões de wifi. Os coolers especiais foram distribuídos em bares selecionados pelo Brasil em agosto de 2013, com o objetivo de encorajar os clientes a deixar seus celulares de lado e conversar com os amigos.

 
1. EQUILÍBRIO NA CONEXÃO: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

WOK: La Mejor Conversación

Restaurante colombiano convida consumidores a deixar seus smartphones e ter conversas cara-a-cara

Em novembro de 2013, o WOK, uma rede de restaurantes asiáticos na Colômbia, lançou a campanha La Mejor Conversación (A Melhor Conversação). Os restaurantes criaram jogos americanos que encorajavam os clientes a colocar seus smartphones na mesa, ter conversas cara-a-cara e apreciar a comida com os cinco sentidos.

 
1. EQUILÍBRIO NA CONEXÃO: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

Castillo de Molina: Estacionamento de Celular

Marca chilena de vinhos recompensa clientes de restaurante que "estacionam" seus telefones

Em fevereiro de 2014, a marca chilena de vinhos Castillo de Molina criou uma campanha no México em que as pessoas que jantavam nos restaurantes participantes eram estimuladas a deixar seus smartphones em cofres antes de se sentarem. A campanha do Estacionamento de Celular (que aconteceu no Chile pela primeira vez em 2013) teve participação de 80% dos clientes, que aceitaram "estacionar" seus celulares - e em troca ganharam garrafas de vinho.

 
1. EQUILÍBRIO NA CONEXÃO: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

Macanudo Bar Hostel

Bar-hostel argentino coloca copos anti-celular nas mesas

Em julho de 2013, o Macanudo Bar Hostel, em Córdoba, na Argentina, colocou copos sobre as mesas especificamente para os celulares das pessoas que estivessem jantando. Os rótulos desses recipientes explicavam que eles tinham a intenção de prevenir o "phubbing", palavra em inglês fruto da junção dos termos "phone" (telefone) e "snubbing" (esnobar). Os clientes que usassem a ferramenta ganhavam descontos e prêmios.

 
1. EQUILÍBRIO NA CONEXÃO: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

¡Venga!

Bar de tapas renomeia roteadores de wifi para desestimular o uso da internet no restaurante em São Paulo

Em maio de 2013, o bar de tapas ¡Venga! em São Paulo mudou todos os roteadores de wifi para que formassem uma mensagem para os comensais. Os responsáveis pelo estabelecimento estavam frustrados ao ver os clientes perguntando assim que entravam: "Qual a senha do wifi?". Eles renomearam os roteadores para que quando uma pessoa tentasse entrar na rede de wifi visse uma frase como "Aproveite o momento!" ou "Deixe o telefone pra lá!".

2. SEGURANÇA VIRTUAL

Consumidores latinoamericanos têm suas próprias preocupações com a privacidade dos dados. Sem falar em como isso pode facilitar os sequestros...

Enquanto a preocupação com o vazamento de dados por marcas, hackers e governos é global, para alguns latinoamericanos que ainda se lembram dos tempos em que governos autoritários espionavam os próprios cidadãos, a preocupação com a segurança de dados e privacidade são particularmente agudas.

A quantidade de moradores de São Paulo que não confia na segurança de seus dados pessoais saltou de 49% para 72% entre 2012 e 2013.
(Fecomercio, agosto de 2013)

Em segundo lugar, muitos consumidores estão conscientes do papel que o espaço online pode ter em aumentar outros perigos que já existem na região. Um exemplo? A ameaça de quadrilhas que se baseiam em informações e fotos de crianças postadas na internet para escolher alvos de sequestros.

Agora, os latinoamericanos querem se proteger: de anunciantes que querem seus dados, da espionagem do governo e dos criminosos.

Em 2012, 83% dos adultos no México relataram ter sido vítimas de crimes cibernéticos.

(Symantec, Julho de 2012)
 
2. SEGURANÇA VIRTUAL: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

Marco Civil da Internet

Governo brasileiro aprova um conjunto de leis para a internet

Em abril de 2014, o governo brasileiro aprovou o Marco Civil da Internet, uma estrutura inovadora de direitos civis para a internet. Criado pelo Ministério da Justiça e pelo Centro de Tecnologia & Sociedade da Fundação Getúlio Vargas do Rio, o Marco Civil define parâmetros sobre o direito de acesso à internet, a proteção da privacidade, o governo aberto e a neutralidade da rede. As novas regras também declaram que o governo é responsável pela educação e pelo treinamento dos cidadãos para aumentar a educação digital e inclusão.

 
2. SEGURANÇA VIRTUAL: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

Facepopular

Ministério da Cultura da Argentina patrocina rede social "alternativa" para latinoamericanos

Lançado em julho de 2013, o Facepopular é uma rede social anti-establishment para os latinoamericanos, patrocinada pelo Ministério da Cultura da Argentina. A plataforma de esquerda incentiva os membros a participar de forma construtiva, embora não condene golpes ou protestos ilegais. O Facepopular protege a privacidade dos usuários, não tem anúncios e salienta que nenhuma informação é compartilhada com conglomerados de mídia ou corporações estrangeiras.

 
2. SEGURANÇA VIRTUAL: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

Google América Latina, RedNATIC & Save the Children: TODO A 1 CLIC

Google and ONGs regionais lançam campanha para educar adolescentes sobre tecnologia

Em maio de 2014, o Google América Latina e as organizações sem fins lucrativos RedNATIC e Save the Children lançaram o TODO A 1 CLIC, uma campanha para educar adolescentes das Américas do Sul e Central sobre os riscos presentes na tecnologia de informação e de comunicações. O projeto realiza fóruns com jovens de todos os países envolvidos e compartilha um vídeo de animação em que adolescentes são mostrados cometendo alguns dos erros mais comuns, tais como o envio público de fotos, participação em cyber-bullying ou usando computadores sem supervisão.

84% dos jovens latinoamericanos reconhecem que sabem muito pouco sobre as regras e sobre suas responsabilidades para o uso seguro das tecnologias de informação e comunicação.

Chicos.net, Save The Children & RedNATIC, maio de 2014

3. NETIQUETA 2.0

O certo e errado da vida online.

"Netiqueta" pode ter sido uma palavra da moda lá dos anos 1990, mas a hiperconectividade e a quantidade de novas plataformas trouxeram novas questões a esta nova etiqueta (para a qual se tem respostas específicas para cada parte do mundo):

“Meus filhos deveriam desligar seus telefones no jantar?”

“Eu devo ou não publicar fotos do meu bebê na internet?”

“Posso tirar uma selfie no banheiro?”

E agora há questões legais a serem consideradas (veja o exemplo do Marco Civil da Internet no Brasil no slide acima).

Não é de se admirar que os consumidores das Américas do Sul e Central estão olhando para as marcas para ajudá-los a navegar no campo minado que são as boas maneiras online.

 
3. NETIQUETA 2.0: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

Peixe Morre Pela Boca

Website brasileiro ensina bom comportamento nas redes sociais

Peixe Morre Pela Boca é um site interativo que ensina bom comportamento nas redes sociais. Os visitantes usam o cursor para "pescar" um peixe enquanto o cardume nada. Ao clicar num peixe, aparece uma mensagem como "Compartilhar não é pensar" ou "Mais portraits, menos selfies". O site foi criado com a missão de encorajar as pessoas a pensarem mais sobre o que postam online.

 
3. NETIQUETA 2.0: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

American School Way

Escola de inglês em Bogotá cria campanha "estamos cansados dos concursos por likes"

Em março de 2014, American School Way, uma escola de inglês em Bogotá, fez uma campanha para promover um jogo de Facebook em que usuários concorriam a ingressos grátis para o festival de música Estéreo Picnic que dizia: “Estamos cansados dos concursos por likes". Em vez de simplesmente "curtir" um post para concorrer ao prêmio, os fãs tinham que provar seus conhecimentos musicais no jogo.

 
3. NETIQUETA 2.0: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

UNE: wifi ambulante

Provedor colombiano de telecom oferece wifi grátis por meio de vendedores ambulantes

Para promover seu serviço 4G LTE, o provedor colombiano de telecom UNE distribuiu dispositivos nos carrinhos dos vendedores de rua, para que eles pudessem oferecer wifi grátis para os pedestres. A marca reconheceu que isso poderia ser uma alternativa para as pessoas que costumam entrar em restaurantes ou bares (que têm wifi) sem consumir bebidas ou drinks.

 
3. NETIQUETA 2.0: INOVAÇÕES EM DESTAQUE

Guaraná Antarctica: The Post Brothers

Aplicativo de Facebook ajuda usuários a conferir se um conteúdo é legal o suficiente para ser postado nas redes sociais

Em janeiro de 2014, a marca brasileira de refrigerantes Guaraná Antarctica lançou o The Post Brothers: um aplicativo de Facebook que permite aos usuários conferir com seus amigos se eles acham que um vídeo é legal o suficiente para ser postado publicamente numa rede social. Por meio do aplicativo, os usuários podem compartilhar o conteúdo (de forma oculta) com três amigos que avaliam a receptividade ao material.

E O QUE FAZER?

Então onde é que a demanda crescente por ONLIFE MANAGEMENT está impulsionando os consumidores, e como as marcas devem responder a isso?

E O QUE FAZER?

SYNCED SERVICES

Os consumidores vão adotar dispositivos e redes sociais que tenham (a opção de) gestão de comportamento.
De casas inteligentes (jardins, carros e escritórios) a gadgets de vestir, as possibilidades para instruções de etiqueta e toques de novas plataformas tecnológicas são infinitas.

 
E O QUE FAZER?

Redes Dentro das Redes

Mais e mais, os consumidores irão querer administrar seu comportamento online e em redes sociais públicas (ou semi-públicas), mas que tal espaços online realmente privados? A liberdade que foi conquistada em aplicativos de mensagem instantânea pode ser levada mais longe? E o que acontece com o anonimato digital enquanto os limites entre online e offline tornam-se cada vez mais tênues?

 
E O QUE FAZER?

Educação

Há espaço de sobra para as marcas que desejam tornar a vida dos pais mais fácil - e menos estressante - por meio de campanhas ou jogos que ensinam como ter um comportamento online seguro e responsável.

 

1.200+ companies and agencies (small & big) love our Premium Service